• Ana Paula Maciel Vilela

O Entardecer



Imagem pelo autor Ituiutaba MG


O entardecer encontrou o dia e na amoreira fez-se festa: rolinha, sabiá, bem-te-vi. Sem saber o que se passava, sonhei compreender a língua dos pássaros.

Recolhi do varal as roupas e reguei as plantas do quintal em um tempo parado neste tempo de coisas apressadas.

Devagar recolhi e dobrei as roupas e reguei, atenta aos detalhes, passeando em outro tempo e outros quintais.

Saudade do entardecer da minha cidade natal, das araras azuis com sua escandalosa cantoria e do por do sol.

Tempo que ficou, agora mais que antes.

Presente nas fotografias e nas memórias que, por hora, retenho.